É apenas uma mera impressão!

Nós aprendemos muitas coisas em livros e é por isso que eu os adimiro tanto. E admiro as pessoas que gostam de ler, porque nunca se sabe o que a mente delas tem de tão maravilhoso ou de tão perigoso.
Mas o que vou escrever aqui não é sobre essa questão e sim uma questão em especial que o livro nos ensina, e que um dia me ensinou.

Já parou pra pensar sobre alguém que era da sua sala, que morava na sua rua, ou qualquer alguém que você sempre olhava, admirava, ou que de alguma forma ela chamava sua atenção, mas……ela nem sequer sabia que você existia??
O que já aconteceu comigo não foi bem assim, e acredito que com algumas pessoas também não tão literalmente assim.

Quem se lembra de quase todas as pessoas que estudaram na 1º série do fundamental??

Graças à minha excelente memória eu me lembro. E me lembro também de um garotinho que era o menino mais bonzinho na sala. Sabe aquelas crianças boazinhas que são super seu amiguinho?? Era ele. E eu gostava dele. Não no sentido de gostar com maldade, mas sim no gostar de criança…ele era meu melhor amiguinho da sala. E agente foi passando de ano e ele saiu da escola, se não me engano um ano depois. Os anos se passaram e eu ainda lembrava dele, eu até sonhava com ele algumas vezes,rs.
Pra ficar mais claro, sabe aquelas pessoas de que agente nunca esquece na infância? Então, foi isso…E pra ajudar, ele era sobrinho da professora que eu mais gostei, então de vez em nunca perguntava sobre dele.
Enfim, os anos se passaram, muitos anos mesmo, até que encontrei ele no orkut (pedi pra prima dele, filha da minha ex-professora)…E adivinhem…adicionei ele no msn e….. ELE NÃO LEMBRAVA DE MIM!

Eu fiquei pensando: “cara, ele não lembra de mim, mas como?!.
Tá certo de que faz muito tempo e que eu é que sou a anormal de memória boa, mas pooxa….Eu fiquei chateada na hora. Mas foi aí que me veio na cabeça do que eu aprendi quando tinhas uns 14 anos.

Outro caso também aconteceu ao contrário, mas foi diferente.
Eu conhecia um garoto  que era uns 3 anos a mais que eu em idade e em turma também. Até que muito tempo depois, agente conversando no msn ele decidiu ir na minha casa e levou dois amigos. Agente ficou lá fora um tempinho conversando e depois entrei pra casa.
Algum tempo depois eu estudei na mesma sala da prima desse meu colega. Consequentemente ela conhecia os dois amigos dele e nós acabamos por ficar amigas. E um dia ela comentou comigo de que um dos amigos do primo dela (que no caso era o meu colega) havia dito que foram na minha casa, que me conheceu, que eu era muito legal…..Enfim, tudo que há de bom. E no andar da conversa eu disse que agente tinha se conhecido naquele dia e que não havíamos mais nos falado. Ela ficou surpresa, pois do jeito que ele falava parecia que nós éramos super amigos.
E foi aí que mais uma vez o livro meio à minha cabeça (apesar de que esse fato aconteceu antes do amigo da 1º série)

O que o livro me ensinou foi que as vezes nós somos do convívio de determinada pessoa e que não nos damos conta de que derrepente para aquela pessoa nós somos muito importante.

As vezes causamos um impressão tão grande em alguém e não fazemos a mínima ídeia. E que pode ser que daqui a muito tempo por um acaso da vida agente fique sabendo disso, ou derrepente até nunca.
No primeiro fato foi eu quem tive a impressão e no segundo foi eu que impressionei.

E com vocês, já aconteceu algum fato parecido?

 

**Não se esqueça de votar nas esquetes do Blog!!

Anúncios

34 Respostas

  1. Bacana o texto.
    Já passei por coisas assim.
    Tanto de receber essa atenção das pessas como de dar.
    Acho que isso é normal de todos, só que as vezes toma uma proporção que podemos perceber.

    Um abraço

  2. Parecido nunca aconteceu. Não com o desfecho da sua história. Entretanto, eu também era amiguinha do menino bonzinho da minha sala que coincidentemente também saiu, mas nunca mais tive contato.

    Às vezes dá um aperto no coração lembrar desses passados remotos, não é mesmo?

    Me lembro de pessoas que tenho certeza que não vão se lembrar de mim, mas sei que também têm pessoas que se lembram de mim e que talvez eu não me lembre. Embora eu acredite que tenho o mesmo problema que você – uma memória muito extensa.

  3. Achei o post bem legal.

    Parabéns pelo blog. Estou seguindo.

    Continue assim que ficará ainda melhor.

    Depois dá uma passada no meu blog

    http://orytchasblog.blogspot.com

    Aguardo retribuição!!!!

    Forte abraço

  4. ótimo texto, embro muito da minha infância.

    É sempre bom encontrarmos pessoas que não vemos há anos e no momento do encontro esta essoa, demonstra o carinho por você apesar do tempo,da distância.
    http://sem–hipocrisia.blogspot.com/

  5. Muito boom o texto parabéns;

  6. Interessante sua maneira de encarar essa situação.
    Nem sempre a primeira impressão é a fica, mas é preciso refletir e não julgar antecipadamente seja lá o que fôr.
    Sucesso pra ti.

    http://www.tocadowilliam.com

  7. Esse texto parece muito bom, e eu, como amante de livros, quero muito lê-lo, mas agora a pressa do nosso tempo me chama e preciso ir pra universidade. >.<

    Vou colocar o blog nos meus favoritos para depois ler com mais atenção.

    Se quiser dar uma olhada no meu blog, sinta-se à vontade.

    Até mais.

  8. Muito bom o texto.
    Você escreve todos eles?

    http://lerminer.blogspot.com/

  9. Eu consigo me lembrar de quase todos da primeira serie..mas nem todos nao

    e é verdade…tem sempre aquela garota ( no seu caso gatoto) que marca agente…

  10. Acontece das pessoas aparecerem me chamando pelo nome dizendo como foi bom ter sido meu colega e eu não lembrar! X) Geralmente, penso que não estão nem ligando pra mim quando na verdade tem gente aprendendo com meu jeito, se divertindo com meus comentários e eu não percebo. Isso já me fez chorar, me sentir especial e me faz ter cuidado com todos pois nunca sei a quem estou sendo muito especial e tenho muito medo de ferir um coração que me admira. Aliás adoro ser mútuo, ao saber que gostam de mim, surge um sentimento especial por quem gosta de mim! =)

    Adoro isso, tenho vários casos divertidos e que até me dão saudade! ^^

    Lindo seu post! =)

    Abraços!

    http://neowellblog.wordpress.com/super-blogs/parcerias/

  11. Adorei o blog, você escreve bem para caramba!

    Passa lá no meu blog quando tiver tempo ;D

  12. Olá Mariana! Seu selo foi adicionado ao link de parceiros em meu blog! Meu selo está na coluna esquerda em meu blog! =)

    Quando adicionar me chame! =D

    Abraços!

    http://neowellblog.wordpress.com/

  13. Adorei o post. Me trouxe muitas lembranças, belo blog. Congrats. :*

  14. nossa!!! a minha vida inteira!!!
    e sabe o q mais me irrita??? é o fato de eu jáa ter deixado de comer, dormir… por causa de alguem importante e esse alguem se apaixonar por minha amiga….
    e o que é ainda mais frustrante, é que o amiguinho do meu coraçã9o com quem eu escolho dividir tudinhooo… se apaixona por mi e eu não tenho como coresponder… rsrrsrsss

  15. Isso é mais comum do que pensamos. Não sou tão novinha, mas, ainda lembro de muita coisa do meu tempo de escola.
    Na maioria das vezes não temos a mínima noção da impressão que causamos nas pessoas.

  16. é engraçado!
    e é um paradoxo!
    o mundo é muito grande
    mas nessa situação é um ovo

    o meu primeiro beijo foi com um melhor amiguinho da 3º série, depois mudei de bairro e nunca mais o vi.
    mas há uns 2 anos atraz vi ele em uma loja de colchões e entrei na loja dei umas voltas mas, ele nem falou comigo.
    mas ficou eu pensando se era realmente ele.
    hehehehe sei lá sou ruim de memória

  17. Já me aconteceu algo parecido sim.
    É algo comum hoje em dia não lembrar mais dos outros, esquecer o passado e as pessoas que fazem parte dele é algo que mais aumenta hoje em dia, mas é chato isso.

  18. ‘não no sentido de gostar com maldade, mas sim no gostar de criança.’ falta isso no mundo hoje.

    de qualquer forma, respondendo a pergunta, aconteceu comigo algumas vezes. estudei com um garoto no 1° ano do ensino médio com quem eu tinha estudado no 1° ano do ensino fundamental. eu me lembrava dele vagamente, mas ele lembrava até meu nome. depois, por acaso, em uma balada, conheci duas gêmeas que eu já conhecia. tinha estudado com elas no ensino fundamental. uma delas se lembrava de mim e eu me lembrava de ambas, até porque não é todo dia que conhecemos pessoas gêmeas. já encontrei pessoas do passado no orkut também, algumas até propositalmente, procurando e tal. acho que é isso. 😉

  19. Nossa, li todinho o seu texto, fiquei presa a ele!
    Não sei se já me aconteceu, creio que não, mas tbm tenho uma ótima memória, me lembro de todos os meus colegas. Eu gostaria de saber se algumas pessoas se lembram de mim com carinho, ou não, mas só o fato de se lembrarem já é importante!

  20. Realmente era apenas uma introdução, ainda que tivesse um link no final do texto, mas não era o assunto central…

    Bom; isso não altera o fato de eu ter gostado bastante do que eu li. ^^
    Lembrei da minha infância – e eu adoro esse sentimento de nostalgia. (:

    E é verdade mesmo: nós não sabemos a impressão que causamos e vice-versa.

    Tinha uma garota da minha classe que eu gostava muito (MUITO) quando eu tinha uns 14 anos, mas, como eu era deveras envergonhado naquela época, não tive coragem de dizer nada pra ela e duvido que ela tenha sabido dos meus sentimento. =/

    Também tem o filho do meu padrasto (que é uns 6 anos mais novo do que eu) que me lembrou de algumas vezes que jogamos bola que eu nem lembrava, ainda que ele me contasse nos mínimos detalhes.

    Só não sei se peguei bem essa parte:
    “Mas foi aí que me veio na cabeça do que eu aprendi quando tinhas uns 14 anos”.
    O que foi? o.o *curioso*

    Continue assim, garota da super-memória. ^^
    Abraços. o/

  21. Quero dizer que o seu texto ficou muito bom. E respondendo a sua pergunta. Sim, já aconteceu algo parecido comigo. Ainda hoje eu lembro de uma garota da pré-escola, porém, esta nunca mais há vi, tem outras que me lembro, que depois de alguns anos tive contato, mas tinha esquecido de mim. Faz parte.

  22. Tenho uma ótima memória para pessoas e fatos. Às vezes até parece que achei muito legal esta ou aquela situação, mas é só a memória boa para isso – para ruas sou péssimo.
    Com certeza me lembro de alguns colegas da terceira, quarta série (Prof. Regina Gostosa); e deve ter alguma ou algum que se lembra de mim e eu nem tchunz… lol!

    bj
    Pobre Esponja

  23. Adorei o texto, ficou muito bom!!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

  24. Que texto legal pra se ler…. Felizmente ou infelizmente em alguns momentos, possuo uma boa memória também. Já aconteceu comigo isso me lembrar da pessoa e ela não ou eu não me recordar e a pessoa me parar na rua e dar oi e eu ficar com uma cara de hã? Oo

    Esses dias dei de cara com um menino da pré-escola e ME LEMBREI DELE pq na época minha mãe tirou uma foto a pedido da mãe do menino e logo em seguida ele saiu da escola e não tivemos como entregar a foto aos pais dele. E não é que reencontrei ele depois de uns 15 anos ahahahauhauaa

    ótimo blog, parabéns.
    Abraços, Carol

  25. no meu tempo de escola sempre fui na minha…então acho que difícil alguem saber quem eu era rssrr..e quem sou hoje…rsrsrs…

  26. Você escreve muito bem.Adorei o texto.
    Eu espero já ter deixado uma impressão realmente boa em alguem.Ainda não sei de nenhuma.

  27. Olá Mariana,
    Li sua postagem até o fim. Entendi que o que disse e a importância que as pessoas, crianças ou adultas, possuem de seus semelhantes. Ao mesmo tempo que alguém possa achar que você foi importante em determinando momento da vida, outros podem achar que tudo não passou de uma coisa normal.
    O que eu quis dizer, é que nem sempre a primeira impressão é a que fica, por não devemos julgar.
    Você não julgou, você refletiu. Foi isso.
    Espero ter esclarecido melhor agora.
    Sucesso.

    http://www.tocadowilliam.com

  28. Olá Mariana! Fico feliz que tenha adicionado meu selo! Mas, seu comentário me fez ver uma dica de SEO que você não sabe!
    Tenha o hábito de assinar seus comentários com o endereço de seu blog em baixo!
    1. O seu blog sobre no Ranking do Google ainda mais se você comenta em blogs muito visitados dessa forma!; 2. O Google mostrará todos os sites que você acha ser legal pois mostra aqueles que você comentou! Os amigos dos blogs que você comentou te visitarão através do Google. 3. É a forma que você tem de apontar seu link mais recente.
    Isso é um detalhe, que você fazendo trará muito bons resultados para você e seus amigos! Assim como para a blogosfera! =)

    Abraços e tudo de bom! =)

    http://neowellblog.wordpress.com/

    PS.: Se eu não coloco meu link acima aqui, nunca que meus amigos achariam seu blog através de mim!

  29. Aprendi isso no livro Cinco Pessoas Que Você Encontra no Céu, que muitas pessoas cruzam a sua vida e muitas delas te modificam. Mas nunca reencontrei ninguém que me foi importante no passado. Algumas pessoas eu ainda até mantenho contado, mas elas mudaram, eu mudei. Essa é a parte chata, acho =/

  30. AS COISAS PASSAM E TEM GENTE QUE NEM LEMBRA

  31. Viver enquanto se está vivo. Descansar quando morrer… ;D

  32. Há, seu post é uma boa reflexão sobre o que me faz às vezes parar no tempo. Não tão específico quanto: “a pessoa que estudou comigo em tal época e qual/como era a sua importância para mim”, mas mais abrangente, algo como se lembrar mesmo da época, das roupas, do jeito, das brincadeiras, dos brinquedos, dos doces..rs.. E hj eu me pergunto “até quando ficarei nessa cidade com um mundo tão grande a ser ainda explorado?”

  33. Acho que precisarei de um dia inteiro nesse blog para eu conseguir pegar tudo que me paresse interessante – talvez até mais.
    Só encima de um post eu tive que voltar aqui três vezes. xD

    Votei nas tuas enquetes (dei o segundo voto para primeira enquete) e me espere mais vezes por aqui. ^^

    Sentimentos bons me são despertados com seus textos. : )

    Abraços.

  34. Adorei, tive uma paixão na 2ª ~3ª série do fundamental…hehe
    Seus textos me deixaram grudado no monitor 😀

    D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: