Senta aqui e toma um café!

Morar em cidade pequena no interior tem seus prós e contras. Quem que mora em cidade grande nunca pensou em como seria morar numa cidade onde não tem cheiro de poluição e o índice de violência é um tanto quanto pequeno?  Estudar numa escola onde você vê praticamente todo mundo numa matinê de domingo, ou então todos que fazem faculdade com você está no mesmo show, no mesmo restaurante e nas mesmas festas clichês..Sabe aquela coisa bem de filme americano mesmo, onde todo mundo se conhece, sabe da vida de todo mundo, e quando não sabe o suficiente……simplesmente aumentam os fatos. Pois é, morar em cidade pequena tem seus prós e contras, novamente. O mais triste de tudo é somando todas essas coisas, com uma pitadinha de ignorancia social, mais gente sem cultura, mais gente com cultura, mais filhinho de papai, mais não ter o que fazer e não ter pra onde ir podem resultar em uma meleca só.

Já saí muito, bastante mesmo, considerando o fato de que fui pela primeira vez em uma festa a la bebidas e amassos com 17 anos. Para alguns ou para todos, essa é uma idade mais do que suficiente para se ir numa festa de verdade. Nessa idade muitas meninas já cansaram de amanhecer na rua com seus amigos bêbados e felizes. Com essa idade muitas pessoas já fizeram muitas coisas que não se comparam nem com a metade das coisas que já fiz com quase 20. Mas não me arrependo. Depois que criei consciencia de verdade, jamais me arrependi de ter saído pela primeira vez com 17 anos, jamais me arrependi de não ter feito muitas coisas que as pessoas julgavam ser normal, quando na verdade era promíscuo.
Mas o que vejo hoje, é um tanto estranho, vai desde pessoas beirando os 14 até pessoas mais velhas que eu.

Em cidade pequena, o objetivo dos adolescentes é que todos os conheçam, não importa de que maneira, e adoram criar intriguinhas para que se sintam um tanto superiores. Os meninos galinhas são os fodões. As meninas piriguetes são as fodonas. Quem é mais colorido é o mais bem arrumado, quem se veste normal é careta ou apenas uma pessoa sem mais o que demonstrar.
Onde eu moro, por incrível que pareça, e é, a única diversão em unanimidade é dar uma volta em uma avenida. Pois é, na cidade existe uma avenida onde teoricamente é o point da cidade nos finais de semana. E se você passar por lá de carro, verá no mínimo uma pessoa conhecida. E o que me deixa profundamente triste é que aqui é uma cidade tão “tipo assim sei lá” que as pessoas colocam suas MELHORES roupas, seus MELHORES sapatos para ficar sentados em um porta mala aberto no meio de uma avenida cheio de carro onde todos estão fazendo a mesíssima coisa. Confesso que já fiz isso, me arrumava durante uns 40 minutos, me maquiava e saia apenas para dar uma volta, comer e voltar pra casa. Tirando o fato de comer, o restante é como se eu mastigasse chiclete durante 2 horas. Voltava cansada, com calor e tendo que tirar tudo novamente depois de não ter feito absolutamente NADA.
Enquanto muita gente poderia se reunir com uns amigos na casa de algum deles, beber, jogar, fu*er, seja la o que for mais convenientes…NÃO!, eles preferem ficar numa avenida sem fazer nada…ou melhor eles até fazem. Imaginem você, um carro com um som um tanto potente…..não não, imagine dois, ou até mesmo três carros com som potente. Agora imagine todos os 3 ligando o som no último volume com músicas ou estações de rádio diferentes. PORRA!!!!, daí você pergunta, “pra que isso meow, pra que?”. Imagine isso misturado a todos os fatos que citei, e isso é a diversão dos jovens daqui. Isso me entristece profundamente. Jovens de hoje, se tiverem opções e oportunidades façam mais do que isso. Não fique em uma avenida adimirando carros de playboyzinhos, faça alguma coisa por você e com você mesmo, se for necessário.

Anúncios

7 Respostas

  1. TEM BOLACHINHA TBM?

  2. é verdade, tedio é um saco mesmo, cidade pequena nao é só os adolescentes que se conhecem, e sim todo mundo se conhece
    abraçs.

  3. Nossa cidade pequena é phoda msm, gostei mto do seu blog!!

    =)

    Beijaum!!

  4. Realmente uma realidade de filme americano mas real em cidades pequenas.

    O interessante se mistura com o tédio e toda se renova em repetição diariamente.

    Legal

  5. Eu compreendo muito bem sua visão… já viajei para cidadezinhas do interior de Minas Gerais, do interior de São Paulo e realmente todas elas apresentam essas características das quais você citou.
    Mas fora o fato de se ficar tentando mostrar algo do que não se é (o eterno jogo de aparências e ganho de popularidade) eternamente pelos jovens, não vejo problema nenhum; afinal, se formos para a capital, estamos arriscados a termos variados problemas associados às cidades grandes (mais nos últimos tempos): violência gratuita, sequestros, excesso de álcool e drogas… (Talvez exista no interior também, mas nem tanto, né?!) Enfim… deixemos as “tradições ” do interior. Quando se sai delas (e da adolescência) percebemos o quanto este tempo era tranquilo e “inocente”. E que cada um procure suas oportunidades de acordo com sua consciência e persistência.
    Gostei do blog! Parabéns!

    http://comunicationislife.blogspot.com

  6. realmente, tédio é um saco ><
    moro em cidade pequena tb, sei como é :]
    adorei aqui
    parabéns ! ;*

  7. Eu nunca morei em cidade pequena, mas acho que pra quem mora, solução é você fazer algo produtivo,
    se eu morasse em cidade pequena eu ia fazer música o dia todo, e cidades pequenas, são mais agradáveis do que cidades grandes, fora que, em cidades pequenas costuma ter mais mulheres bonitas, ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: