It isn't a teen movie, but a universal movie

Semana passada assisti pela primeira vez “Não é mais um besteirol Americano”. Achei chatinho, porque tem mais sacanagem do que história e satirizar “Ela é Demais” achei um absurdo com um filme tão lindo desses,kkkk.
Mas o filme até que dá pra se divertir um pouquinho, é só juntar uns amigos, uma garrafa de 2L de Coca-cola e é diversão garantida. A hora constrangedora foi quando meu pai acordou e veio assistir o filme comigo logo na parte em que a garota safada começa  a beijar uma mulher mais velha que a Dercy Gonçalves (que Deus a tenha). Depois ele sacou e saiu da sala, (constrangedor não?!).

Coisas inúteis a parte, vamos ao que interessa.

Quem viu o filme sabe que ele faz uma sátira a vários filmes, e por sorte eu já havia visto todos os filmes que foram satirizados exceto “Nunca fui beijada”, embora eu saiba da história. Enquanto estava assistindo pensei “Nossa, esse filme deve ter sido lançado a pouco tempo, mas eu já ouço falar dele a anos”. Foi aí que olhei na descrição, e o filme data do ano de 2001. Pensei mais um pouco e cheguei na conclusão de que todos os filmes que foram satirizados são realmente de 10 anos atrás.
Agora você me pergunta, o que isso tem a ver?

Cara, perceba que esses filmes foram os melhores ou um dos melhores filmes adolescentes. Eis alguns que são citados no filme: Curtindo a vida adoidado, 10 Coisas que eu odeio em você, Amerian Pie, Nunca fui beijada, Ela é Demais, entre outros que não me lembro…
Daí eu percebi que nessa década de 2001 pra cá poucos foram os filmes adolescentes realmente legais.

Temos Harry Potter, mas que é de um gênero diferente. Eu me refiro a comédias adolescentes. Temos Meninas Malvadas, Garota Veneno, e que ainda sim são filmes um pouco antigos. Percebam que nos últimos 5 anos os filmes chamados de “comédia adolescente” estão se deteriorando, parece que as produtoras de filmes para adolescente virou uma empresa comandada por gente da Globo que querem alienar todo mundo. Muita gente julga “Crepúsculo” por ser um filme besta para adolescentes, mas muita gente não viu o filme ou só falam simplesmente porque a maioria fala. No meu ponto de vista, “Crepúsculo” foi mais um filme adolescente, mas não é digno de toda essa fama, realmente não entendo porque fez tanto sucesso porque eu assisti aos 2 primeiros filmes e não achei nada de mais, de verdade. Assisti muito filme digno de ser “filmes para adolescente” a minha vida toda. Quem é que nunca ouviu falar dos Goonies?!
Hoje o filme que faz sucesso, que encanta as crianças são filmes sem conteúdos como High School Music, ou sei lá mais o que, realmente não sei os nomes dos filmes atuais. Até os clássicos da Disney como Braca de Neve, A Bela Adormecida, Pinóquio, Os Três Porquinhos… tem mais lição de vida e moral do que filmes da atualidade. Mas enfim, cabe aos jovens saberem o que é apreciável e com bom conteúdo.

Escrevi tudo isso por causa da tristeza que sinto em ver filmes que poderiam ter histórias de verdade, ao invéz de mais uma “Malhação” em longa metragem, e pior ainda, uma versão americana que poderia investir os milhares de dólares em histórias com conteúdo.

It isn’t a teen movie, but a universal movie

Semana passada assisti pela primeira vez “Não é mais um besteirol Americano”. Achei chatinho, porque tem mais sacanagem do que história e satirizar “Ela é Demais” achei um absurdo com um filme tão lindo desses,kkkk.
Mas o filme até que dá pra se divertir um pouquinho, é só juntar uns amigos, uma garrafa de 2L de Coca-cola e é diversão garantida. A hora constrangedora foi quando meu pai acordou e veio assistir o filme comigo logo na parte em que a garota safada começa  a beijar uma mulher mais velha que a Dercy Gonçalves (que Deus a tenha). Depois ele sacou e saiu da sala, (constrangedor não?!).

Coisas inúteis a parte, vamos ao que interessa.

Quem viu o filme sabe que ele faz uma sátira a vários filmes, e por sorte eu já havia visto todos os filmes que foram satirizados exceto “Nunca fui beijada”, embora eu saiba da história. Enquanto estava assistindo pensei “Nossa, esse filme deve ter sido lançado a pouco tempo, mas eu já ouço falar dele a anos”. Foi aí que olhei na descrição, e o filme data do ano de 2001. Pensei mais um pouco e cheguei na conclusão de que todos os filmes que foram satirizados são realmente de 10 anos atrás.
Agora você me pergunta, o que isso tem a ver?

Cara, perceba que esses filmes foram os melhores ou um dos melhores filmes adolescentes. Eis alguns que são citados no filme: Curtindo a vida adoidado, 10 Coisas que eu odeio em você, Amerian Pie, Nunca fui beijada, Ela é Demais, entre outros que não me lembro…
Daí eu percebi que nessa década de 2001 pra cá poucos foram os filmes adolescentes realmente legais.

Temos Harry Potter, mas que é de um gênero diferente. Eu me refiro a comédias adolescentes. Temos Meninas Malvadas, Garota Veneno, e que ainda sim são filmes um pouco antigos. Percebam que nos últimos 5 anos os filmes chamados de “comédia adolescente” estão se deteriorando, parece que as produtoras de filmes para adolescente virou uma empresa comandada por gente da Globo que querem alienar todo mundo. Muita gente julga “Crepúsculo” por ser um filme besta para adolescentes, mas muita gente não viu o filme ou só falam simplesmente porque a maioria fala. No meu ponto de vista, “Crepúsculo” foi mais um filme adolescente, mas não é digno de toda essa fama, realmente não entendo porque fez tanto sucesso porque eu assisti aos 2 primeiros filmes e não achei nada de mais, de verdade. Assisti muito filme digno de ser “filmes para adolescente” a minha vida toda. Quem é que nunca ouviu falar dos Goonies?!
Hoje o filme que faz sucesso, que encanta as crianças são filmes sem conteúdos como High School Music, ou sei lá mais o que, realmente não sei os nomes dos filmes atuais. Até os clássicos da Disney como Braca de Neve, A Bela Adormecida, Pinóquio, Os Três Porquinhos… tem mais lição de vida e moral do que filmes da atualidade. Mas enfim, cabe aos jovens saberem o que é apreciável e com bom conteúdo.

Escrevi tudo isso por causa da tristeza que sinto em ver filmes que poderiam ter histórias de verdade, ao invéz de mais uma “Malhação” em longa metragem, e pior ainda, uma versão americana que poderia investir os milhares de dólares em histórias com conteúdo.